Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Excessidades

Imagem
Necessito ter você em meus braços,
Sentir seu corpo e seu gosto,
Ter mais e mais de você...
Só pra mim.

Necessito perceber e assim sorver
Cada mudança de personalidade,
Cada alteração de ares e humores,
Cada respiro de sua parte... Necessito seus quereres
Suas fomes e sedes,
Seus gostos e desgostos,
Todas suas vontades...

Necessito em excesso
Suas necessidades...

Relatos do Vento - O Abraço

Imagem
Nome: Sara Luana Giacomini Idade quando quando evento foi presenciado: 18
 Acho que o nome dele era Fulssir, não tenho certeza por que nunca peguei grande intimidade com ele, um dos meus amigos (que era praticamente o único que conversava com ele) que falava dele pra gente. Ele era bem estranho, sempre ficava um pouco mais excluído que os outros e sempre quieto, muito quieto. Quando alguém tentava puxar assunto ou perguntava algo ele respondia nunca olhando a pessoa nos olhos, no máximo de relance, e isso quando respondia.

Pequenas Crônicas - O bom das praças...

Imagem
5 de Outubro de 2009
 O gostoso de uma praça é que apesar de ser um local público você ainda consegue se sentir confortável em meio aos outros... Como que numa certa privacidade coletiva.

Pequenas Crônicas - Sobre Escritores e Leitores

Imagem
4 de Outubro de 2009
 Às vezes me pergunto por que escrevo. Algumas raras e poucas vezes em que o desânimo me abate eu me pergunto se realmente escrevo apenas por escrever, me contentando em nunca ser lido por praticamente ninguém (apenas por poucos amigos que gostam de demonstrar alguma solidariedade por um amigo escritor que não tem nenhum sucesso, menos ainda ânimo de correr atrás dele).

Pequenas Crônicas - Branco Amigo

Imagem
1 de Outubro de 2009
 Dia branco. Não apenas branco de sem pensamentos, mas também de extrema tranqüilidade... Vou ali tirar um cochilo e volto outro dia. O leitor deveria fazer o mesmo.

Pequenas Crônicas - Mudanças e Máscaras

26 de Setembro de 2009
 Faz parte do ser humano mudar, mas ninguém muda por querer, todos mudam inconscientemente... Quando tentamos mudar voluntariamente não é exatamente uma mudança verdadeira, mas sim a criação de mais uma das nossas máscaras e todas elas caem ou quebram um dia. Como eu disse em uma velha crônica sobre máscaras: “Quando não caem, nem quebram precisam ser removidas normalmente, senão se tornarão parte dele que perderá o controle sobre si mesmo...”.

Juvia (Rascunho)

Imagem
(Enfim, só um esboço bem resumido, a história original tem muito mais coisas... talvez eu faça disso um livro.)
 O fogo azul tremeluzia em meio aos galhos e a menina se aquecia nele. O fogo estava fraco e devorava os últimos vestígios da madeira que ainda havia para ser devorada.

Pequenas Crônicas - Trecho 2

Imagem
25 de Setembro de 2009
 Outro trecho do mesmo antigo caderno de notas muito pessoais:  “Tolos são aqueles que pagam uma puta grana por uma boa puta...”.

Pequenas Crônicas - Trecho

Imagem
24 de Setembro de 2009
 Trecho de um antigo caderno de notas muito pessoais:
 “Como eu posso me arriscar num relacionamento fútil sabendo o fim de toda e qualquer relação amorosa mexicana? Tragédia... Tudo acaba em tragédia. Não importa o quanto duas pessoas sejam supostamente destinadas, o quanto elas tenham em comum ou quanto elas se amem, tudo vira tragédia. Já tive tragédias demais para uma vida, prefiro continuar com meus conflitos psicológicos... Não ganho muito, mas não perco praticamente nada. Além do mais, odeio quando minha vida começa a parecer uma novela...”.

Pequenas Crônicas - Linhas...

Imagem
13 de Setembro de 2009
 Dizem que Ele escreve certo por linhas tortas. Pouco importa as oni-façanhas desse oni-ser! O que interessa é que nunca deixaremos de ser apenas meras linhas tortas...

Pequeno Desejo

Imagem
Debruçado em sua janela de madrugada ele inspira apenas um desejo que sabe que não será realizado.
 Ao fechar os olhos sente a brisa tocar seu rosto e a sorve com sua alma despida, agora ele é quem esconde da vida. Com os cotovelos apoiados na janela ele junta as mãos frente à boca e começa a expirar de leve seu hálito como se quisesse aquecê-las, em meio a esse esse ato de expirar ele move seus lábios num sussurro sem voz visando modelar o ar que sai de seus pulmões... "Que ela sonhe comigo..."

Pequenas Crônicas - Mania de Colecionador

Imagem
10 de Setembro de 2009
 Afinal, que tipo de necessidade é essa que quase todo homem têm de colecionar alguma coisa? Alguns colecionam moedas, outros notas, tem os loucos por cartões postais e até teve aquela febre dos cartões telefônicos. Eu mesmo admito ter minhas febres de caça-tralhas (cato as mais diversas besteiras que encontro jogadas por aí). Tenho revistas, moedas, bugigangas, CDs, filmes, poemas...
 Uma infinidade de coisas inúteis, verdade. Mas coisas inúteis que me agradam e que sempre me pego a remexer e observar admirado com minha própria capacidade de juntar coisas (lixo?) ou de organizá-las.
 Certos dias, ao observar tais “relíquias”, fico me perguntando o motivo de ter colecionado tudo aquilo e acabo quase jogando algumas coisas fora, mas ignoro essa vontade repentina com o seguinte pensamento em mente: “Pra que jogar fora se depois vou acabar catando tudo de novo?”.

Bicho Homem

Imagem
...quão estranho é o bicho homem. Age de forma tão indiferente e, às vezes, demasiadamente, muito irresponsável, capaz de não pensar no que e como decerto faz, tira conclusões precipitadas vendo apenas os seus objetivos em frente. Suprindo ao máximo suas necessidades sem se preocupar com necessidades alheias, impensável de consequências, por isso fico feliz de ser um dos poucos que consegue conter-se a ponto de não impulsivo nem impensável possa cometer tais erros.