Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

Pseudo-Quimera I

Tive um pesadelo. Parecido com um que tive a uns anos atrás. Você não deve se lembrar.
Eu estava num lugar que não dava pra distinguir o que era. Se era um quarto, uma casa ou um local aberto. Tudo era escuro e eu só sabia que tinha um chão por que eu sentia ele com meus pés. Apesar do escuro, eu conseguia me ver perfeitamente. Ou será que só idealiza o que via?
Minha mão não era minha. Parecia ter vida própria e a pele era áspera como de um pássaro depenado. As unhas enormes, tortas, quebradas, sujas, encravadas... Involuntária, minha mão foi em direção ao peito, eu aterrorizado tentava me mexer, gritar, qualquer coisa. Nada.
As unhas penetravam a carne devagar, os dedos nem tremiam com o esforço, na verdade minha carne parecia macia, parecia até estar abrindo passagem. "Clack! Creck!", o barulho dos ossos se afastando junto à carne. A dor... não sei como não acordei... Que agonia...
Então senti aquela pressão horrível... Que eu nunca tenha um infarto. É excruciante. Aquel…

Quimeras II

Sonhei com você de novo... Será que os sonhos serão constantes?
Nesse sonho eu estava num bar (acho que era um bar) e você aleatoriamente entrava, acompanhada. O cara era estranho, bem mais velho, Não tinha cabelo. A princípio parecia ser um amigo... ou era o que eu queria ver?
Você me via, vinha falar comigo, comíamos algo, conversamos. Na verdade eu nem tinha notado quando você entrou nem que estava acompanhada, só depois que o assunto morria, você se despedia e eu via você indo pra perto desse cara.
Vocês conversavam a princípio. Você parecia contente. Em um momento você dava as costas pra ele, parecia estar me procurando pra ver se eu ainda estava no mesmo lugar. Nesse momento ele te abraçava, com intimidade, por trás, passando os braços pelo seu pescoço. Você sorria. Ele falava algo no seu ouvido.
Eu levantava, pegava minhas coisas, pagava o que tinha que pagar e ia embora. Focava minha visão pra frente. Sem olhar pros lados ou pra trás. De alguma forma eu sentia que você me via…

Quimeras

Tive mais um daqueles meus sonhos estranhos...
Você tava nele. Na verdade, havia duas de você. Uma eu namorava, a outra não. É, bem estranho.
A você que eu namorava tinha tudo que eu sempre amei em você, seu lado submisso, carinhoso, sempre contente, sempre preocupada, discreta, sensível, sem dramas, relaxa, original... E eu estava muito mais apaixonado que o normal. Por que? Não sei. Deve ser a saudade.
A outra você... Acho melhor falar como o sonho aconteceu.
Estávamos separados a sei lá quanto tempo, e então eu e a você que descrevi voltamos, mas a outra você estava fazendo uma festa (aniversário? não pareceu). A festa foi na sua casa, tinha pouca gente e você ficava jogando algo no computador, usando roupas largadas, acho que comia algo também. Você estava com ciúmes por que eu estava com você. Haha! Bem idiota né?
Então você me chamava pra jogar. Na verdade eu não tenho certeza se você estava jogando ou assistindo algo. Tudo confuso, como sempre. Eu sentava do seu lado, mas traz…