Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Enviesando

Imagem
Devagar vou divagando
nos vácuos volúveis
de meus devaneios.

Divago vociferando
voláteis nuvens
em fúteis desapegos...

Visando assim desviensar
as desavenças vívidas
de meus tolos vagueios.

Vai-Vêm

Imagem
Quero escrever,
não consigo...
Procuro criar,
só vazio...

Ideias fujonas,
se escondem
na bagunça
dos devaneios.

Por que vêm,
se logo vão?
Como ondas
de verão...

Eu sou ateu...

Imagem
... mas eu não vou ficar aqui abordando teologia barata, dos porques do universo, de como virei ateu, nem nada do tipo, só resolvi falar de como eram minhas crenças antes de eu ser um ateu.

  Primeiro abordarei as de menor importancia até as de maior importância, por que? Por que é divertido, sei lá... Talvez exatamente por serem de menor importância, talvez por serem as que eu menos goste (quero tentar deixar o melhor pro final)...
Karma Resumindo bastante "O que você faz volta pra você.", ou seja, se você faz bem você recebe bem, se você faz mal, recebe mal. Acreditei nisso por muito tempo. Numa outra vertente pessoal, também acreditei que objetos pessoais que carregassem sentimentos, carregariam "energia" e ela poderia ser positiva ou negativa de acordo com o sentimento, assim essa energia poderia ser compartilhada por outras pessoas que ficassem muito tempo com o objeto.

2014

Imagem
Eu nunca gostei de reveillon, não mesmo. Sei lá, é só a passagem de um ano. É só uma data qualquer. Sempre pensei assim. Sei que tem aquele lance de renovação, melhorar a vida, fazer tudo de bom que deixou pra trás e fazer menos tudo que não te faz bem. Mesmo assim, nunca fui chegado à esses significados.

 Sempre fui adepto do: "Se você quer melhorar a vida, não espera o reveillon pra isso acontecer!" e ainda sou adepto dela, mas descobri que o reveillon tem uma "magia coletiva" de renovação. Acho que exatamente pela entrada do ano novo a gente começa com mais esperança, com aquele gostinho de "Vou fazer diferente!", mesmo que no final acabe a mesma lenga-lenga.