Quimeras

Tive mais um daqueles meus sonhos estranhos...

Você tava nele. Na verdade, havia duas de você. Uma eu namorava, a outra não. É, bem estranho.

A você que eu namorava tinha tudo que eu sempre amei em você, seu lado submisso, carinhoso, sempre contente, sempre preocupada, discreta, sensível, sem dramas, relaxa, original... E eu estava muito mais apaixonado que o normal. Por que? Não sei. Deve ser a saudade.

A outra você... Acho melhor falar como o sonho aconteceu.

Estávamos separados a sei lá quanto tempo, e então eu e a você que descrevi voltamos, mas a outra você estava fazendo uma festa (aniversário? não pareceu). A festa foi na sua casa, tinha pouca gente e você ficava jogando algo no computador, usando roupas largadas, acho que comia algo também. Você estava com ciúmes por que eu estava com você. Haha! Bem idiota né?

Então você me chamava pra jogar. Na verdade eu não tenho certeza se você estava jogando ou assistindo algo. Tudo confuso, como sempre. Eu sentava do seu lado, mas trazia minha namorada (a outra você) comigo. Você virava a cara pra mim e me ignorava. Parecia que você queria que eu ficasse apenas com o seu "pior lado". Engraçado que eu sempre gostei dos seus defeitos, até do seu egoísmo. Os ciúmes exagerados, aquela coisa de ser o centro das atenções, a vaidade extrema e completamente desnecessária... Eu sempre amei as duas você, mas era como se você que estava comigo fosse desaparecendo aos poucos e só ficasse a você ciumenta e egoísta.

Daí eu acordei. E eu ri. Ah, para! Se fosse você no meu lugar você ia rir também! E eu sei que eu também não sou nenhum santo, mas não precisa ficar esfregando isso na minha cara o tempo todo.

Bom, esquece o sonho. Agora eu to acordado, e você ainda ta aqui. Isso é o que importa.

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Juvia