Relatos do Vento - O Menino

Nome: Lúcio
Idade quando o evento foi presenciado: 23.

 Não é difícil contar essa história, ela é mais comum do que parece, todo mundo que viveu já teve momentos assim. O trabalho não ia bem, provavelmente ia ser demitido logo, a faculdade apesar de quase terminando parecia apenas se prolongar mais, estava preso num relacionamento desgastante e complicado com uma pessoa extremamente egoísta... Resumindo, as coisas não iam nada bem.


 Após outro dia complicado num trabalho onde eu não parecia ter amigos resolvi tentar relaxar alguns minutos antes de ir pra casa e sentei na praça mais próxima pra refletir um pouco sobre a vida. Infelizmente ela era movimentada, mas não me incomodava.

 Enquanto eu estava lá sentado perdido em pensamentos negativos sem nem cogitar como poderia resolver qualquer coisa senti uma pequena mão envolvendo meus dedos... Levei um pequeno susto a princípio, mas depois que vi que era uma criança (um menino) com roupa de escola e merendeira na mão aliviei e sorri pra ele.

 - Vai ficar tudo bem, tio!; ele disse do nada, rindo pra mim. Fiquei um pouco pasmo com a frase dele por alguns segundos, mas foi tempo necessário pra ele dar tchau e ir embora. Quando me dei conta ele já tinha sumido da minha vista.

 Não me perguntei quem ele era, de onde veio, se os pais estavam perto ou mesmo se aquele menino percebeu minha tristeza de tão evidente que era. Apenas me deixei levar por aquele gesto e senti como se a vida fosse melhor que tudo que eu estava passando, como se eu pudesse fazer tudo valer a pena.

 De certa forma foi a partir daí que tudo deu certo pra mim. Não sei dizer se foi apenas aquele menino que surgiu e passou como uma brisa por mim que realmente me deixou mais motivado, ou se ele foi apenas o que eu precisava pra juntar os cacos do meu espírito. Só sei que nunca esqueci o gesto, nem o garoto...

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Biblioteca do Caos