Pequenas Crônicas - Loucura

6 de Outubro de 2009

 Loucura. Talvez o maior dos males... Talvez a chave para muitos problemas. Tudo depende de como ela é encarada. Eu acredito que ela seja a neutralidade imperfeita. Nela não existe bem ou mal, liberdade ou escravidão, ordem ou caos... menos ainda sentimentos. Mas se for a loucura uma mera conseqüência, qual seria sua causa? Solidão, creio eu. Não a solidão do último ser vivo no planeta, mas aquela de ser um solitário em meio à bilhões de pessoas.

 “Mas só Deus – que é único, que não tem par – poderia dizer o que é a solidão.”, diz Quintana. Então exatamente por ser divino estaria Ele isento da loucura? Ou apenas seria O Grande Louco?

Comentários

  1. Intrigante loucura. Adorei o seu conceito sobre ela e o desfecho da crônica: "Então exatamente por ser divino estaria Ele isento da loucura? Ou apenas seria O Grande Louco?" Quem, um dia, irá saber? :)
    Tenha um ótimo fim de semana Fie.

    ResponderExcluir
  2. Hmmmm... muito bom.. tem gente que acha que a loucura é um dos únicos veículos que nos fazem compreender o mundo, a vida, e todas as demais coisas...

    E, talvez não seja tão ruim estar sozinho...

    Vai saber.. !

    Caríssimo Felipe Cruz...

    Queria começar te pedindo desculpas por não ter comentado o post anterior.. o qual tinha algo para mim... ai céus.

    Eu não tenho como negar que gostei muitíssimo daquele poema. Ele é incrível... e fico muito grata... no mesmo tanto que fico completamente sem graça.

    E outro postado em seu comentário no meu blog então... não sei nem se tenho como comentar.

    Sim, eu amo responder também poesias com outras poesias... é bom.

    E, nha, eu sou dramática sim!!! Mas, não sei se sou mais que você! haha

    Você não acha a palavra dedicação muito perigosa?

    eu consigo imaginar sim... ' um nerd rpgista barbudo e... ha-ham... "fofinho" XD... numa balada curtindo e pegando a mulherada...' por que não?!

    Tem algumas mulheres que gostam de homens assim, sabia?!

    Eu não sei se meu comentário será grande dessa vez, estou murchinha..e você sabe o porquê.. obrigada pelas melhoras ao fim do poema...

    É o típico nerd mesmo... já passou e quer mais ponto, faz o tipo baba ovo do professor?

    Não.. nós sabemos que você não é dependente de mim, sabemos sim.

    E acho que estes dias isso ficou bem claro, não ficou?!

    Como assim sou silvestre e selvagem?! HAHAHAHAH!

    Eu devo ter quase 250 poesias/poemas... e alguns contos, crônicas...

    Sim, peguei.. e é interessante observar sua relação com os elementos.. eu até estou os observando com mais cautela..

    hahaahahha, falou de anime desatou a língua hein?!

    Conheço todos os quais você disse... e Love Hina tem um dedo na história da minha vida.. se quiser, depois te conto essa fofoca!

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ai céus..

    Mas mulheres gostam de resposta pra tudo meu caro... Eu sei porque eu nasci da minha mãe. Ela fez sexo sem proteção com meu pai, simples.

    Sério que gostou do eclipse? Jura mesmo?

    Eu não tenho tanta intimidade com a coisa de lendas.. se ficou feio, me fala, tá?!

    E, amei a relação da Chuva... ficou tão... tão mágico, pessoa!

    Mas, você disse que é somente uma parte.. tem mais?!

    Eu espero que você esteja bem...

    Se cuida, comedor de bolachas..

    Tenho que ir, minha chefe chegou!

    hahahahaha! xD

    Abração xD

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Biblioteca do Caos