Pequenas Crônicas - Solidão

9 de Agosto de 2009

Domingo, dia dos pais. Família reunida na casa de uma tia minha para comemorar a data... Sorrisos, conversas, fofocas, possíveis leves intrigas familiares... e eu não estou lá. Tudo por que “algo” me disse que eu não deveria estar lá, mas não sei exatamente dizer o que é esse “algo”...

Provavelmente foi meu lado anti-social, estou quase três semanas sem ver ninguém, trancado em casa apenas dormindo, lendo, assistindo filmes e seriados, enfim: quase não tenho vivido.

Essas coisas me desacostumam, sou muito fácil de me adaptar a diferentes situações, minha atual situação é a solidão. Gosto da solidão, é uma ótima companheira, sabe respeitar o silêncio alheio como ninguém. No fundo é bem provável que eu fosse adorar estar lá com a família toda, faz tempo que não vejo alguns deles, uma pessoa em específico mais que todas...

Entretanto, hoje só quero duas companhias: meus persistentes pensamentos e minha amada solidão. Essa última sabe repeitar nosso silêncio e espaço mais do que qualquer outra companhia, sempre fui chegado nela. Já os pensamentos, esses são quase alter-egos de nascença.

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Biblioteca do Caos