Logo após meu término com Giselle, quando eu vi que tudo estava perdido, resolvi queimar tudo que eu tinha dela, pelos menos o que fosse queimável... Todas as cartas e bilhetes românticos. Também joguei fora alguns presentes.

Me arrependi (em parte) e comecei a escrever um "livro de desculpas" ou qualquer coisa do tipo. Peguei um caderno em branco que eu tenho (capa do Homer Simpson) e comecei a pedir desculpas por um monte de coisas que fiz. Pior que não deu tantas folhas, então resolvi começar a escrever sobre minhas saudades.

Com o tempo fui escrevendo o que me vinha à cabeça em relação a ela (também não foram tantas folhas assim) até que eu deixei de escrever sobre Giselle e comecei a escrever apenas sobre mim. Sobre meus problemas, sobre o que eu precisava melhorar em mim e como eu achava que me tornaria uma pessoa melhor.

Cansado de gastar meu pulso escrevendo, resolvi focar aqui no blog. Por isso as postagem mudaram um pouco. Digitar é mais fácil, apenas. Nem ligo se vão ler ou não (apesar de no fundo querer ser lido, mesmo que um pouco), sabendo que algumas pessoas ainda dão as caras aqui.

Seja quem for, boa leitura. Espero que meus pensamentos tragam alguma luz.

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Biblioteca do Caos