2014

 Eu nunca gostei de reveillon, não mesmo. Sei lá, é só a passagem de um ano. É só uma data qualquer. Sempre pensei assim. Sei que tem aquele lance de renovação, melhorar a vida, fazer tudo de bom que deixou pra trás e fazer menos tudo que não te faz bem. Mesmo assim, nunca fui chegado à esses significados.

 Sempre fui adepto do: "Se você quer melhorar a vida, não espera o reveillon pra isso acontecer!" e ainda sou adepto dela, mas descobri que o reveillon tem uma "magia coletiva" de renovação. Acho que exatamente pela entrada do ano novo a gente começa com mais esperança, com aquele gostinho de "Vou fazer diferente!", mesmo que no final acabe a mesma lenga-lenga.

 E o começo de 2014 foi revelador, creio eu. Eu amadureci muito em 2012, em 2013 eu amadureci o dobro de 2012 e em 2014 agora, só no primeiro dia, eu sinto que eu e minha namorada demos um passo gigantesco no nosso futuro.

 Ainda tem muita coisa que precisamos rever e conversar, ainda tem muita coisa que eu preciso amadurecer sozinho também. Mas é isso aí, sei que vou conseguir, com o tempo, tudo que quero. Afinal, eu nem imaginava que ainda tinha gente que lia essas minhas besteiras aqui e acabei descobrindo gente que "me lê" que eu nem suspeitava.

 Por fim, um feliz ano novo bem nerd rpgista ao meu estilo:
 Que 2014 seja um ano de muitos desafios sobrepujados, muitos encontros aleatórios com boas recompensas em experiência e riquezas, que cada tombo em combate sirva apenas para que sejamos acudidos pelos nossos aliados para que possamos levantar e continuar essa aventura louca da vida. Que os dados do mestre sempre sejam favoráveis para nós, e que caso não sejam, que ele roube a nosso favor de vez em quando, né? Por fim, que nosso enredo apenas se egrandeça seja com masmorras fáceis ou masmorras difíceis, por que mesmo as difíceis podem ser superadas.

 Bons dados para todos! E muitos acertos críticos!

Postagens mais visitadas deste blog

Regras para Namorar um INFP

Oi, eu sou um INFP...

Juvia